Atualização: Configurando Sis671/72 no Ubuntu 15.10

Conforme prometido, aqui vêm algumas observações sobre o nosso trabalho em permitir a sobrevida do equipamento da CCE e de alguns fabricantes de notebooks e desktops com a já ilustre placa Sis671/72, da Sis Inc.
Neste tomo, veremos a atualização do driver da SisiMedia, fornecido pela Disto Mageia, já atualizado para a versão 1.18 do X.

Leia aqui, no Viva O Linux, para detalhes. Se a sua intenção é só configurar a placa, pode seguir a partir deste tomo, mas é importante ler a discussão inicial, para se situar melhor.

Baixe aqui a versão do Driver da SisiMedia; aqui a versão atualizada do SisCtrl e aqui o arquivo compactado, contendo estes arquivos nas paths corretas, o xorg.conf devidamente configurado, bem como o atalho para o SisCtrl.

O primeiro passo foi aproveitar a experiência anterior, partindo para a baixa do Driver no sítio da Distro. Já teríamos feito esta abordagem com sucesso desde a versão 14.04 do Ubuntu, passando também pelas 14.10, 15.04 e agora estamos a testar na versão corrente desta distro (15.10).

Após a extração dos pacotes (forneceremos o arquivo compactado (zip) da versão X64, para comodidade do leitor, mas não é difícil os usuários fazerem o procedimento similar para a versão X32, bastando, para isso, baixar os drivers apropriados nos endereços sugeridos), executamos, já com a tela em 1280×800@60hz:
cat /var/log/Xorg.0.log | grep -i version
e obtivemos esta saída:

[ 28.012] X Protocol Version 11, Revision 0
[ 28.092] (**) Ignoring ABI Version → Diretiva no xorg.conf
[ 28.092] (II) Module ABI Versions:
[ 28.401] compiled for 1.17.2, module Version = 1.0.0
[ 28.401] ABI class: X.Org Server Extension, Version 9.0
[ 28.419] compiled for 1.17.2, module Version = 0.8.0
[ 28.419] ABI class: X.Org Video Driver, Version 19.0
[ 30.420] ABI class: X.Org Video Driver, Version 19.0
[ 30.421] compiled for 1.17.2, module Version = 1.1.0
[ 31.479] (II) [drm] DRM interface Version 1.4
[ 32.048] (II) SIS(0): Initialized SISCTRL extension Version 0.1
[ 32.048] (II) SIS(0): Registered screen 0 with SISCTRL extension Version 0.1
[ 32.558] ABI class: X.Org Video Driver, Version 19.0

Depois, emitíramos o seguinte comando:
$ xrandr -q, obtendo esta saída a seguir:

Screen 0: minimum 640 x 480, current 1280 x 800, maximum 1280 x 800
default connected primary 1280×800+0+0 0mm x 0mm
1280×800 60.00*
1024×768 60.00
800×600 60.00
640×480 60.00

Testando com o GlxGears

GLXGearsCom e sem ABI habilitado, obtivéramos as mesmas informações e as mesmas taxas de Frames Per Second. Ao executar, no Konsole, o glxgears, vimos esta saída:

libGL error: unable to load driver: sis671_dri.so
libGL error: failed to load driver: sis671


809 frames in 5.0 seconds = 161.611 FPS
840 frames in 5.0 seconds = 167.951 FPS
846 frames in 5.0 seconds = 168.904 FPS


As mensagens de erro acima persistem e é indicativo de que o módulo da SisiMedia invoca o Sis671[_dri], porém, como das vezes anteriores, de modo não fatal, como se fosse um “hook” para aquele Driver. Recomenda-se utilizar o xorg.conf embutido no arquivo .zip fornecido e testar com ou sem a linha referente ao IgnoreABI, na Seção ServerFlags, comentada. Aqui, funcionou em ambas as situações, pois a versão do X coincide com a versão requerida do módulo ABI do Driver.
O arquivo com o atalho para o SisCtrl foi colocado, propositalmente, no diretório de propagação de configurações default do Sistema (/etc/skel). Basta copiá-lo de lá para a sua Área de trabalho e pronto. Para extrair os arquivos fornecidos, basta emitir, no console:
unzip -x <PathdoArquivo>/sisim1510x64.zip -d /
Com este comando, o unzip vai fazer uma extração com caminho absoluto, ou seja, tendo o Raiz ( / ) como ponto de partida (observe a barra, após o parâmetro -d). Se houver algum arquivo nos locais de extração, o unzip solicitará confirmação.
Por fim, crie o atalho a partir do diretório Skel com este comando:
cp /etc/skel/"SIS SisCTRL.desktop" ~/"Área de Trabalho/SIS SisCTRL.desktop"

Execute de preferência via console, onde temos como confirmar e ver a interação do comando, depois, para testar, derrube o X ou inicialize.
Boa sorte com a sua Sis671/72 e lembre-se de que continuamos a pesquisar e estamos à sua disposição para ajudar a sanar qualquer problema e | ou dúvida.
Viva o trabalho comunitário. Viva o Linux.

Anúncios

22 comentários sobre “Atualização: Configurando Sis671/72 no Ubuntu 15.10

  1. Eu estou com 4 GB RAM liberei 256MB pro Kernel e Video, mas não funciona no Unity as janelas e digitação ficam com muito lags delays eternos, removi e utilizo o xfwm4 do XFce4 , o ABI só consegui habilitar na versão 15.

    [ 18121.282] (II) Loading /usr/lib/xorg/modules/drivers/sisimedia_drv.so
    [ 18121.282] (II) Module sisimedia: vendor=”X.Org Foundation”
    [ 18121.282] compiled for 1.15.1, module version = 0.8.0
    [ 18121.282] Module class: X.Org Video Driver
    [ 18121.282] ABI class: X.Org Video Driver, version 15.0
    [ 18121.282] (II) SIS: driver for SiS chipsets: SIS5597/5598, SIS530/620,
    SIS6326/AGP/DVD, SIS300/305, SIS630/730, SIS540, SIS315, SIS315H,
    SIS315PRO/E, SIS550, SIS650/M650/651/740, SIS330(Xabre),
    SIS[M]661[F|M]X/[M]741[GX]/[M]760[GX]/[M]761[GX]/662, SIS340,
    [M]670/[M]770[GX], [M]671/[M]771[GX]
    [ 18121.282] (II) SIS: driver for XGI chipsets: Volari Z7 (XG20),
    Volari V3XT/V5/V8/Duo (XG40/XG42)
    [ 18121.283] (++) using VT number 7

    Curtir

  2. Boa tarde.

    fmdsilva (26 de novembro de 2015 às 14:36 Editar):

    “Eu estou com 4 GB RAM liberei 256MB pro Kernel e Video, mas não funciona no Unity as janelas e digitação ficam com muito lags delays eternos, removi e utilizo o xfwm4 do XFce4 , o ABI só consegui habilitar na versão 15…”

    FmdSilva, esta placa (ou grupo destas) não tem capacidade gráfica para suportar ou ser suportada pelo Unity. Na verdade, elas ainda são estudadas numa abordagem de sobrevida; no meu caso (Kubuntu 15.10), consegui habilitar o ABI 20, Xorg Server 1.18; mas observe que o KDE | Plasma 5 é muito pesado, mas o Unity ainda mais.
    Obrigado pelo retorno.

    Saudações “Contra a sonegação. Pela afirmação do Estado ético, de fato, sem udenismo, a serviço do cidadão“,
    Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Peter (30 de dezembro de 2015):
      Os links já não funcionam“.
      Peter, testei os linques do Mageia e realmente estão quebrados. Vou atualizar esta página, tentando antes localizar os linques atualizados e válidos. Obrigado por avisar.
      2015.12.31: Atualização dos linques (Elos de Ligação) para os pacotes.

      Curtir

      1. Muito agradecido, Morvan.

        Só gostaria de perguntar, uma vez que sou um pouco novato no mundo Linux, se entendi bem o processo. Baixar as duas .rpm’s (os binarios) instalar (uma vez que estou usando a versão de 32bits e o seu .zip é para a de 64bits). Depois usar o xorg.conf do seu .zip que é universal tanto para uma como para outra, correcto?

        Vlw

        Curtir

        1. Boa noite.

          Peter (1 de janeiro de 2016 às 18:55):

          “…. Só gostaria de perguntar, uma vez que sou um pouco novato no mundo Linux, se entendi bem o processo. Baixar as duas .rpm’s (os binarios) instalar (uma vez que estou usando a versão de 32bits e o seu .zip é para a de 64bits). Depois usar o xorg.conf do seu .zip que é universal tanto para uma como para outra, correcto?…

          Isso, Peter. Baixar os binários rpm (de acordo com a sua arquitetura) e utilizá-los, sem instalar, apenas copiando os arquivos para as pastas sugeridas (uma lida no arquivo inicial, lá no Viva O Linux, ajudaria bastante. Linque no início do artigo); o xorg.conf pode e deve ser aproveitado deste zip.
          Qualquer dúvida, pode postar. Sim, dependendo da situação, se você dispuser de uma conexão veloz, para baixar, sugiro instalar a versão x64 do Ubuntu (ou de qualquer distro). Não há mais justificativa técnica para não utilizar o x64, desde que a máquina comporte, claro.
          2016/01/26 → Atualizado Elo para o SisCtrl.

          Curtir

          1. Boa noite,

            Finalmente ganhei um pouco de tempo para testar isso aqui, mas não funcionou. Eu sei que utilizar x64 seria melhor mas o notebook em questão não suporta e penso que seja por isso que não esteja a funcionar pois acredito que os links disponibilizados por você no post inicial são apenas para a versão de x64.

            Baixei os rpm’s, extraí mantendo os diretorios das pastas mas mesmo assim não funcionou. Ugh, sendo noob nisto também não ajuda muito.

            Já agora, o link da versão atualizada da SiSCtrl já não funciona.

            Cumprimentos

            Curtido por 1 pessoa

          2. Boa noite.
            Peter (18 de janeiro de 2016 às 22:34):

            “Boa noite,…
            Já agora, o link da versão atualizada da SiSCtrl já não funciona.

            Não, Peter, não deve ser a arquitetura. Pelo que sei, o Mageia faz as duas com igual rigor. Vou checar os Elos de Acesso e reposto. Envia, por favor, os dados da tua máquina. Se dispuser de ferramentas como o lshw, utiliza-o, por favor. Senão, manda-nos apenas com comandos simples, como lspci e uname -m, por exemplos.
            Isto nos permitirá ter um maior panorama da situação.

            Curtir

    1. Boa noite.

      Diego Medeiros (4 de janeiro de 2016 às 22:23):

      “Funcionou 100% no meu NeoPC quase zumbi! Obrigado! Instalei o Xubuntu Core 15.10 x64 basicão (a partir do mini.iso do Ubuntu), mais o driver que você disponibilizou e foi só alegria.”.

      Diego Medeiros, obrigado pelo retorno. Ajuda outros leitores a implementar as mudanças e serve de testemunho do funcionamento. É isso que importa. A alegria dos possuidores de micros com estas placas, tão relegadas pelo fabricante.

      Curtir

    1. Bom noite.

      Leandro Freire:

      “Gratidão! Salvou um velho guerreiro!”

      Obrigado pelo retorno, Lenadro Freire. É para isso que trabalhamos. O SL é isso, é compartilhar experiências e soluções.

      Curtir

  3. Cara funcionou no note CCE, vlw pelo tutorial!!
    So achei meio lagado mas melhor que nada!
    Executei o glxgears e obtive FPS macimo de 81,582 e minimo de 69,398. Sera que teria como melhorar?

    Curtir

    1. ICARO:

      “Cara funcionou no note CCE, vlw pelo tutorial!!
      So achei meio lagado mas melhor que nada!
      Executei o glxgears e obtive FPS macimo de 81,582 e minimo de 69,398. Sera que teria como melhorar?”

      Ícaro. Tem, sim. Mesmo que o GLXGears seja só uma referência para a carga do GLX, e não um modo absoluto de ver o desempenho da placa. Utilizando o SisCtrl tem como se verem alguns parâmetros que são “esperados” pela placa e pelo Driver. É um trabalho de tentativa e erro. Eu dei uma parada, intencional, pois estou aguardando o Beta do Ubuntu 16.04 [LTS]. Aí vou voltar a testar.

      Curtir

    1. Boa noite.

      Douglas (20 de abril de 2016 às 18:07):

      “Obrigado pela solução Morvan, nem parece que já se foram dois anos desde o post inicial. ‘Dougman’”

      Bem observado, Dougman. E, como amanhã estará sendo lançado o Ubuntu 16:04 (LTS), lá vêm mais testes. Podem aguardar. Publico aqui e lá no VOL.

      Curtir

  4. Só para informar que segui as instruções à risca, descarreguei o driver 32bits do Mageia Cauldron em
    https://pkgs.org/mageia-cauldron/mageia-core-release-i586/x11-driver-video-sis-0.10.8-4.mga6.i586.rpm.html

    Fiz a mesma coisa para o sisctrl, descarreguei de
    https://pkgs.org/fedora-23/rpm-sphere/sisctrl-0.0.20051202-461.1.i686.rpm.html

    e usando o xorg.conf do teu ficheiro zip consegui fazer com que funcionasse no Lubuntu 16.04.
    Para já tudo ok!
    Obrigado pela descoberta e partilha!

    Cumprimentos desde Portugal!

    Curtir

    1. Boa noite.

      Mig (20 de maio de 2016 às 20:04):

      “Só para informar que segui as instruções à risca, descarreguei o driver 32bits do Mageia Cauldron em … (Elo 32bits)…
      Fiz a mesma coisa para o sisctrl, descarreguei de … e usando o xorg.conf do teu ficheiro zip consegui fazer com que funcionasse no Lubuntu 16.04.
      Para já tudo ok!
      Obrigado pela descoberta e partilha!
      Cumprimentos desde Portugal!”

      Obrigado pelo retorno, caro Mig. Estou prestes a iniciar os testes com o Ubuntu 16.04 LTS. Não o fiz ainda por ter meu CCE apresentado problema na ventoinha do processador, impedindo, por ora, o prosseguimento dos testes. Vou adquirir uma ventoinha nos sítios de leilão, à guisa de rapidez, e vou continuar a testar. Posto aqui os resultados, mas vejo, de antemão, que contigo há funcionado. Abraços a tod@s @s lusitan@s.

      Curtir

  5. Só para informar que segui as instruções à risca, descarreguei o driver 32bits do Mageia Cauldron em
    https://pkgs.org/mageia-cauldron/mageia-core-release-i586/x11-driver-video-sisimedia-0.9.1-9.20091203.22.mga6.i586.rpm.html

    Fiz a mesma coisa para o sisctrl, descarreguei de
    https://pkgs.org/fedora-23/rpm-sphere/sisctrl-0.0.20051202-461.1.i686.rpm.html

    e usando o xorg.conf do teu ficheiro zip consegui fazer com que funcionasse no Lubuntu 16.04.
    Para já tudo ok!
    Obrigado pela descoberta e partilha!

    Cumprimentos desde Portugal!

    PS-Ignorem o comentário anterior, enganei-me ao copiar um dos links.

    Curtir

Deixe um comentário, se desejado. Pode utilizar formatação HTML, idem.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s