Localização de Tópicos, ID de  Acesso a Páginas com o #

Além da ferramenta padrão de localização de texto, temos recursos para localizar trechos ou secções específicas em determinada página. Desde as primeiras versões da Linguagem de Marcação HTML que se tem o recurso da Cerquilha (#, também conhecido como “jogo da velha”, mas aqui, à guisa de rigor técnico, Cerquilha). Em uma página separada por tópicos, como se dá naquelas de tutoriais, é comum o designer gráfico colocar marcas (ID´s) dentro da marcação HTML; estas marcas ou ID´s são muito úteis, pois permitem que saltemos de tópico a tópico, dentro da mesma página, economizando tempo, já que não precisaremos de mudança de URL em si. Em versões HTML anteriores, a Cerquilha funcionava como o comando Localizar, ou seja, não necessitava de marcadores na página para a localização de palavras-chave. Mas perdia-se, com isto, o recurso de localizar o tópico, e não só a palavra ou expressão, recurso disponível em qualquer Navegador. Por isso, foi muito acertada a decisão de tornar este recurso de busca por tópico. Fica-se com o melhor dos dous mundos, assim. Digamos, à guisa de exemplo, que estou a ler um tratado sobre Protocolos de Comunicação. Estou na Seção que disseca o FTP. Preciso buscar, lá no fim da página, a Seção do UDP. Ao invés de simplesmente buscar, utilizando o Localizador do Navegador, o qual, por me traria, desejado ou não, a primeira ocorrência da palavra, citada bem antes, fora do tópico propriamente dito, utilizar a Cerquilha. Vamos a um exemplo ilustrativo: se minha página citada fosse:
http://morvanzinho.com/protoc
eu poderia digitar:
http://morvanzinho.com/protoc#UDP
e o Navegador refereciaria a página e já apontaria para a Seção UDP (observe que o ID da Seção vem sempre após o Cerquilha). Este recurso funciona também em Linques Amigáveis. Basta informar, no linque efetivo, o Cerquilha seguido do nome da Seção. Necessita somente que haja os ID’s das Seções, como explanado acima.

Memorizando Acessos de Páginas com o #

O # também é útil para memorizar acessos de páginas. Pense naquelas URL´s de nome nada evidente. Digamos que na Intranet da sua empresa tem uma página de ramais com a seguinte URL:
http://empresaxpto.com/serv1/?rec=121
Este linque cifrado aponta para os ramais telefônicos. Tu precisas acessar ramais variados, no dia a dia, por causa de tua atribuição; são muitos ramais. Difícil, sem uma página de ajuda. Seria bom ter um linque rápido para a página de ramais. Tente isto
http://empresaxpto.com/serv1/?rec=121#ramais
Agora, ao iniciar o Navegador, sem nem mesmo necessitar acessar os Linques Favoritos, tu digitas “rama…[is]” e o Navegador já sugere vários linques com a palavra-chave digitada. Clicas, confirmas e pronto.
É um recurso muito pouco utilizado, apesar da sua grande versatilidade.

Anúncios